Grama sintética em treinamento funcional - 03/06/2014

Segundo o site globo.com/euatleta o treinamento funcional se baseia nos movimentos naturais do ser humano, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar. O praticante ganha força, equilíbrio, flexibilidade, condicionamento, resistência e agilidade. Ele tira a pessoa dos movimentos mecânicos e eixos definidos ou isolados, como acontece na musculação. Por isso, virou uma alternativa para quem estava cansado dos exercícios mais tradicionais na academia. Para trabalhar a musculatura profunda, são utilizados acessórios como elásticos, cordas, bolas, cones, discos e hastes. É um método que ajuda a prevenir lesões, gera melhorias cardiovasculares, a redução do percentual de gordura, emagrecimento e definição muscular.

 A grama sintética se encaixa perfeitamente nos espaços utilizados pelas academias e estúdios em todo o país para esta modalidade de treinamento em ascensão. As vantagens em relação aos outros tipos de pisos são inúmeras. Conforme depoimentos de alunos a grama se mostrou mais confortável, leve e consistente nas atividades desenvolvidas pelos professores, proporcionando um melhor aproveitamento de todos os exercícios.